Portfólio de Conteúdo

Panorâma: Redes Sociais para Moda

Desde seu boom em 2009, diversas marcas encontram por meio das redes sociais um canal aberto e direto de comunicação com seus clientes e awareness de suas novidades. Nessa corrida pela fidelização dos usuários, quase todas as marcas inauguraram seus canais e começaram diversas estratégias num mercado desconhecido de novas mídias digitais.

Observando esse movimento, os donos das redes começaram a mudar suas estratégias vendendo espaços para anunciantes e priorizando no feed de notícias quem pagasse pelos anúncios – tornando assim, cada vez mais difícil conseguir um alcance orgânico do conteúdo.

Mesmo com a mudança constante de algorítmos do Facebook, uma estratégia de fidelização seja em mídias on ou off nunca deixa de surtir efeito: a conversa com o consumidor. Para um usuário consumir seu produto através de um interesse via redes sociais, é importante que ele conheça sua marca e consuma primeiramente seu conteúdo. A maioria dos usuários que compram online, buscam sobre a marca em redes sociais. Ali é um canal aberto para o cliente saber opinião de outros consumidores e novidades da marca – e acima de tudo, como essa marca se comunica com seus clientes.

Em casos de marcas de bens de consumo, o conteúdo não deve ser estritamente de produto. O cliente há de se interessar pela nova coleção, mas não o tempo todo. Muitas marcas de sucesso em redes sociais contam com conteúdo de interação, posts com enquetes e sugestão de conteúdo colaborativo. Uma ação para o usuário mandar uma foto de um produto preferido, ou situação relacionada à marca tem uma boa receptividade – sem tirar a originalidade do canal. O produto veiculado à nova campanha, ou à situações de lifestyle, e usos no dia a dia também aproximam a marca do usuário despertando seu interesse pela empatia.

Marcas que não variam as linhas de conteúdo ou formas de abordagem nas redes acabam por saturar os fãs e gerar uma menor entrega de seu conteúdo ou até desistência de seguidores já fidelizados. Formas de exibição e postagem diferente – especialmente da concorrência – são um primeiro passo para um conteúdo mais atrativo. Incentivar o conteúdo colaborativo e a divulgação de ações que fortaleçam a imagem da marca também são um bom indicador de propagação de fãs. E por fim, caso sejam feitas postagens com produto, defender seus benefícios e usos ao invés de preço e quantificações é um melhor uso da rede social. Preço não é valor, e um cliente fidelizado irá consumir a sua marca, e não seus produtos somente – garantia de destaque sobre a concorrência!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s