Life

Quenhe vc

O vídeo da Jessica me inspirou a fazer um textão, juntamente claro com a minha vidinha aí. Identidade é uma coisa muito complicada, e acho que duas das coisas que mais a influenciam (de um jeito bom ou ruim) são:

  • Sua leitura da opinião alheia;
  • O domínio de outras pessoas sobre a sua vida.

É complicado. A gente vive por muitos anos da nossa vida com a proteção e orientação dos pais (avós, tios, quem te criou). Isso molda muito a pessoa que nos tornamos. Eu mesma vivi em um ambiente familiar bem pesado – pesado emocionalmente, em valores, em preconceitos.

Isso me deu sequelas, e só com muita terapia é que eu comecei de fato a separar em mim quem era a Isabela e quem não era.

“Ai mas como você não sabe quem é?”

Fácil. Como você sabe que o que você gosta é seu mesmo ou dos outros? Sabe quando você diz que não gosta de sertanejo, mas uma amiga faz um aniversário na balada sertaneja (implora pra você ir) e você vai lá ~e até curte~?

socialsuicide
“Você não pode fazer isso, é suicídio social.”

Pois é. Muitas pessoas mudam, já vi gente ser completamente contraditória e admitir mudança (ou fazer a pessega né). Mas e aí, como você não é falsiane?

 

giphy
“Porque estar com as plastics era como ser famosa.”

Eu lembro até hoje de uma coisa muito estúpida que eu fazia no colégio, eu mal conhecia bandas e dizia que AMAVA pra me enturmar. Sim, plastic total. Mas né, eu queria empatia, eu queria aceitação social para me afirmar. Da mesma forma que já vi muitas pessoas dominadoras imporem seus gostos para também ter certa forma de aceitação (além lógico, da dominação).

Você precisa ser bem seguro de si para saber do que gosta de verdade. Seja musicalmente, sexualmente, emocionalmente, profissionalmente. É difícil ficar sozinho e pensar na vida literalmente. O que você quer? Do que você gosta? Você vive pra você?

Uma crítica muito recorrente de amigos são viver pelos outros, fazer de tudo por outras pessoas e não ter tempo para sí mesmo. E por que não ter? Você também é uma prioridade em sua vida. Se respeite, se deixe gostar de Molejo – como a Jéssica mesmo disse. E se permita também não gostar do que está na moda. Vejo tanta gente reprimida por causa de convenções sociais. Seja bom, para os outros, e para você também. Ninguém mais é dono da sua vida além de você.

Aqui o vídeo da Jessica para quem curiosou:

Advertisements

2 thoughts on “Quenhe vc

  1. SUA LINDA! ❤ Isso é tão importante e a gente não para pra pensar de verdade, sabe? É bem isso que você falou, a gente leva um susto quando começa a ~até gostar~ de alguma coisa que até ontem a gente odiava. Go go Isa! ❤

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s